NOSSA HISTÓRIA

Conheça sobre a nossa empresa, nossa equipe e
nosso mecanismo de trabalho

hipica

ESPAÇO EQUESTRE - Escola e Equoterapia

Em funcionamento desde 2001, o Espaço Eqüestre é considerado um dos mais tradicionais Centros de Equitação, com participação ativa na Federação Hípica de Brasília. Em 2003, estruturou-se para oferecer, com o mesmo conceito de qualidade e profissionalismo, um ambiente esportivo e de lazer destinado a todos aqueles que procuram atividades

.

eqüestres nas mais diversas modalidades. O Espaço Eqüestre tem como finalidade, cultivar e desenvolver a equitação desportiva, contribuindo dessa forma, para o desenvolvimento e formação integral do individuo. Capacitar atletas do desporto amador e profissional, portadores de deficiência ou não, para que possam representar o Distrito Federal e o Brasil

.

em competições em nível nacional e internacional. Promover meios de orientação no sentido de incluir os portadores de deficiência, pais e/ou responsáveis no convívio familiar e na sociedade. No âmbito da sua atuação prestar assistência social, através de bolsas, as pessoas carentes portadoras de deficiência ou não.

EQUIPE

DIRETORIA EQUESTRE

INSTRUTORES

Tratadores e Auxiliares

PREVISÃO DO TEMPO

Adoro a sensação de pegar o cavalo e correr contra o vento. A gente passa a querer sentir sempre aquela adrenalina e se conecta ao animal. É muito bom!

Raquel Villar, atriz

BENEFÍCIOS

Portadores das seguintes patologias podem se beneficiar da hipoterapia: Paralisia Cerebral, Síndrome de Down, Esclerose Múltipla, Atraso no Desenvolvimento Neuropsicomotor, Traumatismos Crânio-encefálicos, Acidentes Vasculares Cerebrais, Autismo, Dificuldades em Aprendizagem e Fala, Dificuldades de Atenção, Espinha Bífida, Distúrbios visuais e/ou auditivos, Distrofias musculares, Retardo Mental, Desordens Emocionais, Amputações, etc...

sociedade hipica
hipica brasilia df PASSANDO AUTO CONFIANÇA
tratamento autismo COORDENAÇÃO MOTORA AUTO ESTIMA
tratamento sindrome down

EQUITAÇÃO TERAPÊUTICA

A utilização do cavalo como instrumento terapêutico nos proporciona um movimento que é tridimensional, variável, rítmico e repetitivo. O movimento resultante no cliente se assemelha aos movimentos da pelve durante a marcha. A variedade de movimentos disponíveis pelo cavalo favorece o terapeuta a graduar a quantidade de informações sensoriais a serem enviadas a pessoa, associadamente a outras técnicas terapêuticas para chegar a um objetivo comum. A resposta é entusiasmada para esta forma de aprendizado em um ambiente natural.

EQUOTERAPIA

Na equoterapia há a participação do corpo inteiro do praticante, contribuindo em seu desenvolvimento global. O praticante adquire um posicionamento que inibe alguns padrões patológicos e com o cavalo ao passo recebe inúmeros estímulos que chegam ao Sistema Nervoso Central. Os estímulos mais importantes recebidos pelos praticantes de equoterapia com o cavalo ao passo são: regularização tônica, coordenação motora, ritmo, flexibilidade, fortalecimento muscular e sistema respiratório (CHERNG, 2004).

MUSCULATURA

Uma hora de cavalgada queima cerca de 400 calorias. Em meia hora de cavalgada, o nosso corpo realiza de 1.800 a 2.200 deslocamentos com movimentos tridimensionais, como horizontais, direita, esquerda, frente, atrás e verticais. Também para cima e para baixo, que incidem no sistema nervoso profundo, reforçando as noções de equilíbrio, distância e lateralidade. Cavalgar é um esporte de baixo impacto nas articulações e na coluna, dá tônus muscular, beneficia a postura e a coordenação motora e combate o estresse. Sinto-me outra após uma cavalgada, pois relaxo a um ponto que a sensação de lassidão se prolonga por horas e horas.

FRASES FAMOSAS

"O cavalo, criatura-arte sem igual, que voa sem possuir
asas e conquista sem empunhar espadas."

"Por que será que quero cavalgar apenas, e sempre cavalgar,
quando meu coração me pesa de luto ou de esperança?"

"Não existe segredo maior que aquele
entre um cavalo e seu cavaleiro."

GALERIA DE IMAGENS

Vejam algumas imagens do nosso espaço
faça parte disso agora mesmo entre em contato

TODOS
ESTRUTURA
AULAS
ANIMAIS
COMPETIÇÕES

Há unanimidade entre os estudiosos, que cavalgar produz sensação de independência, aumento da autoconfiança, do autocontrole e da autoestima. E que, em cima de um cavalo, a sensação de liberdade é ilimitada.

REVISTA EXAME

SERVIÇOS

Alguns dos serviços que prestamos
com muito orgulho e empenho!

O que é o Salto ?

Regida pela FEI – Federação Equestre Internacional - a modalidade Salto consiste basicamente numa prova em que o conjunto (cavalo/cavaleiro) percorre um percurso entre 8 a 12 obstáculos diferentes e de variados graus de dificuldade, variando de 0.20 à 0.90 metro em provas de Escolinhas de Equitação no Brasil. E em competições oficiais varia de 0.90 até 1.60 metro (em Grandes Prêmios, Jogos Olímpicos e Mundiais). No Brasil é a modalidade do “hipismo clássico” com maior número de praticantes.

Origem

Os ingleses sempre gostaram de passeios, corridas a cavalo em campo aberto e a famosa caça à raposa. Na caça à raposa os cavaleiros eram acompanhados por cães, e perseguiam e capturavam a caça em campos abertos onde transpunham obstáculos naturais que surgiam em seu caminho.

Na segunda metade do século XIX eles resolveram criar um tipo de prova que reproduzisse as caçadas, mas que fossem realizadas em um recinto fechado e menor que os campos abertos da Inglaterra. Então foram criados obstáculos que reproduziam aqueles encontrados durante as caçadas. Aí se originaram as provas de salto que hoje são realizadas em pistas abertas ou pistas cobertas. Com o passar do tempo o esporte foi evoluindo, as regras se aperfeiçoando e criadas categorias para cavaleiros e amazonas conforme sua idade e grau de preparo técnico.

O salto tem como objetivo desenvolver a musculatura, a flexibilidade e a técnica para transpor obstáculos, com coragem, confiança, agilidade e velocidade em perfeita harmonia e total submissão ao cavaleiro.

Inicialmente os cavaleiros saltavam com o corpo na vertical e para traz tendo como ponto de equilíbrio a boca do cavalo através das rédeas e as pernas. No final do Século XIX o capitão italiano Frederico Caprilli inovou a técnica de saltar, deixando a cabeça e o pescoço do cavalo livres, procurando não interferir no equilíbrio natural do cavalo durante a trajetória do salto. Mudou a posição do cavaleiro na sela, o cavaleiro com os estribos mais curtos, o corpo levemente inclinado para frente e seguindo, durante a trajetória do salto, a mesma direção do corpo do cavalo liberando seu lombo.

O que é Adestramento ?

Considerado o mais clássico dos esportes hípicos, o Adestramento tem sua origem no século XVI, na Itália, à época do Renascimento das artes e ciências. Os exercícios desenvolvidos têm como base as antigas práticas de guerra através de reedições de testes feitos com cavalos nos exércitos europeus, em especial as Academias de Nápole e Ferrari.

No Adestramento, internacionalmente conhecido como Dressage, o conjunto (cavalo/cavaleiro) precisa efetuar determinados movimentos - que são as figuras, divididas em menor ou maior grau de dificuldade, de acordo com o nível da reprise -, completamente entrosado, revelando harmonia e equilíbrio.

O Adestramento estreou nos Jogos Olímpicos de Estocolmo, Suécia, em 1912. A modalidade faz parte dos Jogos Equestres Mundiais (World Equestrian Games) desde a primeira edição em 1990, na Suécia; dos Jogos Pan-Americanos e campeonatos continentais como o Europeu e o Sul-Americano, além de promover anualmente uma Final da Copa do Mundo, realizada na Europa, e que reúne os melhores conjuntos do mundo da modalidade.

Adestramento no Brasil

No Brasil, o esporte foi introduzido em 1922, quando da vinda da Missão Militar Francesa. Em 1941, com a fundação da Confederação Brasileira de Hipismo, no Rio de Janeiro, o Adestramento foi oficializado como prática esportiva. O primeiro Campeonato Brasileiro foi realizado em 1955, no Rio de Janeiro.

Nas décadas de 1970 e 1980, a modalidade conquistou importantes resultados que começaram a colocar o Brasil na ótica mundial do esporte. A partir dos anos 1990, os países do Cone Sul aceleraram o processo de integração, se unindo na promoção de provas, nascendo os Concursos de Dressage Internacional (CDI) e o campeonato sul-americano. Ainda na década de 1990, consolidaram-se parcerias entre Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) e suas federações estaduais - principalmente a Paulista (FPH) – e a iniciativa privada na promoção de provas nacionais e internacional (Copa Amil e Torneio Gerdau) para desenvolvimento do esporte.

A partir de 2003, o Adestramento conquistou uma importante aliada na promoção, fomento e organização do esporte: a Associação Brasileira de Criadores do Puro Sangue Lusitano (ABPSL), chegando a responder por mais de 60% dos inscritos em provas nacionais e internacionais.

O que é Equoterapia?

É um método terapêutico que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais.

Princípios Básicos da Equoterapia

A andadura do cavalo imprime movimentos tridimensionais, ou seja, em três eixos distintos para cima e para baixo, para um lado e para outro e para frente e para trás, que são estímulos somatossensorial, proprioceptivos e vestibulares para o praticante cavaleiro.

Desenvolver o controle postural do praticante pelo estímulo à via dos substratos do controle motor local.

Desenvolver o equilíbrio do praticante pelo estímulo aos substratos de controle motor postural, reações de ajuste, de defesa e de endireitamento corporais.

Aperfeiçoar o assento do praticante sobre o cavalo pelo estímulo do controle motor global. Nesta fase o praticante aperfeiçoa e aplica feedback/feedforward adquiridos, que o permitem manter-se equilibrado sobre à sela e unir-se coordenada e harmoniosamente aos movimentos do cavalo, desenvolvendo com o animal um conjunto biomecânico melodioso.

É sabido que cada indivíduo, com deficiência e/ou com necessidades especiais, tem o seu “perfil”, o que o torna único. Isto evidencia a necessidade de formular programas individualizados, que levem em consideração as demandas daquele indivíduo, naquela determinada fase de seu processo evolutivo. A equoterapia é aplicada por intermédio de programas individualizados organizados de acordo com: ­•as necessidades e potencialidades do praticante; ­•a finalidade do programa; ­•os objetivos a serem alcançados, com duas ênfases: •a primeira, com intenções especificamente terapêuticas, utilizando técnicas que visem, principalmente, à reabilitação física e/ou mental; •a segunda, com fins educacionais e/ou sociais, com a aplicação de técnicas pedagógicas aliadas às terapêuticas, visando à integração ou reintegração sócio-familiar.

O que é volteio?

Volteio é uma modalidade equestre de técnica e equilíbrio. O esporte consiste no volteador fazer acrobacia sobre o lombo do cavalo enquanto ele é mantido no galope.

O objetivo do Volteio é o aprimoramento da harmonia, do sincronismo e da ressonância com o cavalo em movimento. Proporciona ao volteador uma oportunidade de maior conhecimento das qualidades deste animal; qualidades estas que beneficiam o desenvolvimento do ser humano no que diz respeito à integração entre cavalo e volteador, solidariedade e altruísmo, estabelecendo um laço de confiança entre o atleta e o animal.

O Volteio desenvolve o equilíbrio, a força muscular e o reflexo do atleta, e o domínio do corpo sobre o cavalo é uma arte ao alcance de crianças e adultos.

O manejo do cavalo, montar ou voltear, sempre teve na sua essência uma função educativa.Já no ano de 400 a.C. encontramos, em Xenofontes, literatura sobre a arte de montar e que aponta um grande estímulo na disciplina deste esporte.

A apresentação, individual, dupla ou em equipe, é acompanhada de um ritmo musical, em que os volteadores executam diferentes figuras, enquanto o “longeur” – geralmente o treinador – conduz o animal na guia. O ´longeur´ permanece no centro da pista, enquanto conduz o animal em círculos de 15 metros de diâmetro.

O Brasil tem sido palco de competições nacionais e internacionais, sendo São Paulo responsável pela formação do maior número de atletas e promoção de provas.

O que é Equitação?

A equitação de trabalho é uma modalidade esportiva em ascensão no Brasil. Muito conhecida na Europa em que os melhores são verdadeiramente os portugueses, é um desporto onde todos podem participar, com qualquer cavalo, de qualquer raça, idade ou experiência.

Tem como objetivo demonstrar as habilidades do cavalo de sela e a destreza do cavaleiro. A competição é composta por etapas distintas, disputas individuais – Ensino, Maneabilidade e Velocidade –, nas quais o cavaleiro monta sempre o mesmo cavalo.

Por gerações, o homem vem utilizando cavalos para o trabalho no campo. Estes animais devem possuir habilidades atléticas e morais diferenciadas, para que possam vencer os obstáculos que se apresentam com eficiência e segurança. Ágeis, no entanto controlados; fortes, no entanto sensíveis. Um delicado e necessário equilíbrio. A prova de Equitação de Trabalho foi idealizada para pôr estas qualidades à prova em pista.

Criada por italianos e franceses, a modalidade nasceu da idéia de reunir em uma única competição conjuntos de origens diversas, a fim de demonstrar o trabalho diário de campo num simulacro de obstáculos e situações reais. De pequenas competições regionais, a prova expandiu-se rapidamente, mais tarde contando com a participação de espanhóis e portugueses.

A participação dos diferentes países possibilitou o nascimento, em 1998, de um Campeonato da Europa de Equitação de Trabalho. Para tanto, desenvolveu-se um regulamento comum aos quatro países, com o objetivo de unificar os conceitos eqüestres, respeitando, porém, as diferentes tradições da lida no campo.

Cada país utiliza o cavalo típico de sua região. Os italianos usam os maremenhos, animais da região da Marema, na Toscana, de porte semelhante ao puro sangue inglês, com algumas características do quarto de milha. Os franceses utilizam camargueses, animais de pequeno porte da região da Camarga, que lembram pôneis, apenas maiores. Os espanhóis, um animal que é o resultado de uma cruza de anglo-hispano-árabes. Os portugueses, o puro sangue lusitano. Equipamentos e trajes são típicos de cada região, definidos pelo regulamento de cada país.

INVESTIMENTO

Abaixo está a tabela de valores

EQUITAÇÃO INFANTIL

(crianças de 2 à 6 anos)

R$ 280,00
- mensal -
  • 1 vez por semana

  • R$ 240,00
  • Desconto até o dia 10

  • R$ 225,00
  • Plano semestral

  • R$ 500,00
  • 2 vezes por semana

  • R$ 440,00
  • Desconto até o dia 10

  • R$ 410,00
  • Plano 2 vezes

    Semestral

CONTRATAR

EQUOTERAPIA

R$ 460,00
- mensal -
  • 1 vez por semana

  • R$ 400,00
  • Desconto até o dia 10

  • R$ 380,00
  • Plano semestral

  • R$ 780,00
  • 2 vezes por semana

  • R$ 700,00
  • Desconto até o dia 10

  • R$ 670,00
  • Plano 2 vezes por semana Semestral

  • R$ 1050,00
  • 3 vezes por semana

  • R$ 990,00
  • Desconto até o dia 10

  • R$ 945,00
  • Plano 3 vezes por semana Semestral

CONTRATAR

ESCOLA DE EQUITAÇÃO

(todas as idades)

R$ 430,00
- mensal -
  • 2 vezes por semana

  • R$ 380,00
  • Desconto até o dia 10

  • R$ 345,00
  • Plano Semestral

  • Sabado e Domingo de 8h as 12h

  • para mais aulas por semana entrar em contato

CONTRATAR

AULA INDIVIDUAL

(apartir de 6 anos e adulto)

R$ 280,00
- mensal -
  • 1 vez por semana

  • 40 minutos hora aula

  • 3ª à 6ª horários comerciais

  • Trabalho focado no interesse do aluno para o desenvolvimento personalizado.

  • para mais aulas por semana entrar em contato

CONTRATAR

AULA AVULSA

(apartir de 6 anos e adulto)

R$ 90,00

PARCEIROS

seja nosso parceiro e entre
em contato conosco.
teremos prazer em colocar sua logo!

COMPETIÇÃO

Ganhamos o Ranking da Federação pelo segundo ano consecutivo! 2014 - 2015

esporte hipico

Prova de ranking (parque da cidade)

26 ABRIL 2014

equipe equestre

Copa JK (Hípica)

24 e 25 MAIO 2014

hipica copa jk

Brasíliense (Hípica)

06-08 de JUNHO 2014

prova de ranking granja do torto hipica

Prova de Ranking (Granja do Torto)

23 de Agosto 2014

prova de ranking cittac vicente pires

PROVA DE RANKING (CITTAC) Vicente Pires

13 de Setembro 2014

prova de ranking aleterosa ceilandia

PROVA DE RANKING (ALETEROSA) Ceilândia

18 de Outubro 2014

hipica granja do torto

Prova de Ranking (Granja do Torto)

15 de Novembro 2014

FIQUE ATUALIZADO CONOSCO

Inscreva-se para
receber novidades

FALE CONOSCO

Utilize este formulário de contato à prova de spam para e-mail,
localize-nos no Google Maps, ligue agora ou envie uma mensagem!

FORMULÁRIO

ONDE ESTAMOS







Espaço Equestre © 2014. Designed and developed by agência de publicidade intelart